Texto: Gálatas 5.22-23
Fidelidade é uma das palavras mais usadas na Bíblia: Dt 32.4; I Co 1.9; Sl 57.10, 69.13, 89.1. É associada a Deus, porém é o atributo mais caro ao ser humano, por isso podemos dizer que fidelidade tem a ver com perseverança, persistência, disposição. É possível compreender melhor o conceito de fidelidade fazendo-se uma comparação: no atletismo existem basicamente 02 tipos de corredores – corredores de curta distância (velocistas) e corredores de longa distância (maratonistas).

Da mesma forma acontece na vida cristã: quando iniciamos nossa caminhada com Deus parece que estamos em uma corrida de 100 metros, é o momento da explosão, da velocidade, da motivação, etc. Mas no decorrer da vida cristã percebemos que se trata de uma corrida de longa distância, em que será necessário sobretudo muita resistência e perseverança.

Isso significa que, a experiência da salvação em Jesus Cristo nos coloca na pista e nos mostra o alvo, porém é a fidelidade a Jesus e ao Corpo de Cristo que nos mantêm efetivamente nesta corrida.

Sendo assim, podemos concluir então que a fidelidade é marcada por 04 qualidades: exclusividade, verdade, regularidade e persistência.

Exclusividade: Servir somente a Deus (Js 24.14-15; I Rs 18.21).

Verdade e transparência: ser fiel é ser transparente e ter compromisso com a verdade (I Sm 9.6; Sl 26.2, 139.23;Mt 5.37; Tg 5.12)

Regularidade: Crescimento constante, um investimento para toda a vida (I Ts 5.17; Fp 2.12; 2 Pe 1.3-11)

Persistência: Podemos mudar os métodos , mas não os alvos (Gn 29.21; Mt 24.13; At 2; Ap 2.3)

Fidelidade, portanto, é muito mais do que simples ato de renovação de aliança ou cumprimento de rituais doutrinários. É por isso que precisamos continuar orando para que a fidelidade, como fruto do Espírito, permaneça em nós e em nossa igreja. Então irmão/ã, persevere, não desista, continue firme em Jesus Cristo (Fp 1.6).

Edson Bertoldo Vieira/www.ejesus.com.br